Os 10 mandamentos da mulher de Deus

21 novembro 2011






A mulher de Deus é aquela que um dia aceitou o Senhor Jesus como Salvador, tornou-se uma nova criatura e deseja viver uma vida de dedicação à obra de Deus. Por isso, ela deve ser uma pessoa realmente transformada, cheia do Espírito Santo e obediente a palavra de Deus, que exige dela, dentre outras, as seguintes características:


Primeiro: ela teme ao Senhor, e esse e esse temor faz com que veja o marido como se fosse o Senhor Jesus , mesmo que ele seja incrédulo: 
“…mais a mulher que teme ao Senhor, essa será louvada.” (provérbios 31:30)



Segundo: ela é sábia; por isso, fala pouco ou só mesmo o necessário. Quando a pessoa fala muito é porque é egoísta, e sempre quer impor aos outros as suas idéias e pensamentos:
“ O que guarda a boca conserva a sua alma, mas o que muito abre os lábios a sí mesmo se arruína”. 
(provérbios 13:3)



Terceiro: ela é discreta. Nunca procura chamar a atenção dos outros pra sí. O seu comportamento é contrário ao das mulheres do mundo. A sua fala é suave, os seus vestidos são discretos. O seu rosto pode ser maquiado, mas não mascarado; o seu cabelo é penteado, mas não de forma exótica.
“ Como jóia de ouro em fucinho de porco, assim é a mulher formosa que não tem discrição.”
( provérbios 11:22)



Quarto: ela é virtuosa. A mulher virtuosa é aquela que procura cuidar muito mais do seu coração do que do seu corpo. Tem, como fragância no seu corpo, a plenitude da Presença do Espírito Santo:
“ porque nós somos para com Deus o bom perfu,me de Cristo; tanto nos que são salvos , como nos que se perdem.”
(2 coríntios 2:15)



Quinto: ela é forte. Não se abate diante das dificuldades. Pelo contrário, quando os momentos difíceis acontecem, surge com a determinação de mulher de Deus:
“ A força e a dignidade são os seus vestidos, e, quanto ao dia de amanhã , não tem preocupações”
(Provérbios 31:25)



Sexto: ela é de fé. A mulher de fé é aquela que vê nas dificuldades apenas novas oportunidades. Como dona-de-casa, sabe fazer do limão uma boa limonada ! Estimula a fé do seu marido com palavras de ânimo e coragem : 
“o coração do seu marido confia nela….”
(Provérbios 31:11)



Sétimo: ela é trabalhadeira. A mulher de Deus nunca é preguiçosa, porque tem prazer em cuidar dos afazeres de casa de tal forma que, quando o seu marido chega à casa, tudo está em ordem. Ela não espera que os outros façam aquilo que é de sua competência:
“É ainda noite, e já se levanta , e dá mantimento à sua casa, e a tarefa às suas servas. Atende ao bom andamento da sua casa, e não come o pão da preguiça”
(Provérbios 31:15-27)



Oitavo: ela é fiel. A mulher de Deus não é fiel apenas ao seu marido, mas também à sua igreja. Sua fidelidade se faz transparecer no serviço da obra de Deus: 
“ Aconteceu depois disto que andava Jesus de cidade em cidade e de aldeia em aldeia, pregando e anunciando o evangelho do Reino de Deus, e os doze iam com ele, e tanbém algumas mulheres que haviam sido curadas de espírito malignos e de enfermidades: Maria, chamada Madalena, da qual saíram sete demônios; e Joana, mulher de Cuza, procurador de Herodes, Suzana e muitas outras, as quais lhe prestavam assistência com seus bens.”
(Lucas 8:1-3)



Nono: ela é sensata. A mulher de Deus sabe ser cuidadosa com suas palavras, especialmente quando seu marido é incrédulo. Os lamentos e as reclamações nunca surtem efeito nos ouvidos de quem os ouve. Se é sensata, sabe como contornar uma situação desagradável, em vez de ficar reclamando todo tempo: 
“ A morte e a vida estão no poder da língua; o que bem a utiliza come do seu fruto.”
(Provérbios 18:21)
“ O mexeriqueiro descobre o segredo, mas o fiel de espírito o encobre.”
(Provérbios 11:13)



Décimo: ela tem bom olhos. A mulher de Deus procura ver as demais pessoas como Deus as vê. É verdade que há pessoas más e que é difícil vê-las com bons olhos, mas porque ela é de Deus os seu olhos sempre procuram ver o lado bom daquelas pessoas. É melhor ser prejudicado com bons olhos do que alcançar vantagens com os maus olhos:
“São os olhos a lâmpada do corpo. Se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso; se, porém , os teus olhos forem maus , todo o teu corpo estará em trevas. Portanto, caso a luz que em ti há sejam trevas, que grandes trevas serão”
(Mateus 6:22,23)

10 sinais de quem está perdendo a Salvação

1.Não tem prazer de falar com Deus.
Existem pessoas que se desculpam de falta de tempo, cansaço e de que Deus sabe do que ela precisa, deixando assim de expressar a sua dependência Nele.

2.Não tem prazer de conhecer a vontade de Deus.
As pessoas que deixam de ler a Bíblia, automaticamente deixam de ouvir a voz de Deus. Desta forma ficam sem saber qual é a Sua vontade nas suas vidas, pois a Biblia é a fonte. É nela que está expressa a vontade de Deus para nós.

3.Tem medo da morte. 


Teme o destino da sua alma, pois não tem a certeza da Vida Eterna.

4.Tem medo que o Senhor Jesus volte e não seja arrebatado. 


Teme a vinda do Senhor Jesus, porque sabe que a forma de vida que está a ter, não lhe dá o direito de ser arrebatado.

5.Valoriza as coisas materiais mais que as espirituais. 


Perde a visão da salvação, dando mais valor e priorizando as coisas materiais, deixando o espiritual, que é o principal, como secundário.

6.Preocupa-se em agradar mais às pessoas do que a Deus. 
Preocupa-se mais com o que as pessoas pensam e esperam a seu respeito, do que o que Deus pensa e espera dela.

7.Não tem temor. 


Por isso, mente, guarda magoa, inveja, julga, desobedece, rebela-se, pois o temor não representa medo, mais sim, um profundo respeito. Quando a pessoa se rebela, na verdade ela quer impôr a sua vontade.

8.Não se concentra no louvor, na oração ou na adoração. 


A pessoa facilmente se distrai abrindo os olhos, pensando em outros assuntos e acaba por ficar vazia. Ela “ora”, “louva”, “adora”, mais é como se não estivesse ali. Seus pensamentos são outros…

9.Não tem alegria da salvação. 


A pessoa que é salva resplandece alegria, é feliz seja qual for a situação que esteja a passar, pois esta alegria é espontânea. Ela se sente segura, com paz e não é acomodada.

10.A mensagem nunca é para si. 


Ela acha que a pregação nunca é para ela e sim para os outros. Mas Cristo, sempre está a renovar-nos para aprendermos a ter uma nova mente, coração e espírito.

Sinais de que você Perdeu a Unção



Eu nunca pedi nada aos meu amigos internautas, mas hoje eu quero! Por favor, espalhe  estes 10 sinais de quem já perdeu a Unção.

1. Não tem prazer em evangelizar. Como é que a pessoa, sendo de Deus, não tem prazer em falar d’Ele? Por vezes, podem existir sentimentos de vergonha e timidez, porque não domina a língua correctamente e pensa que não sabe fazer-se entender. Se a pessoa não vence estes sentimentos, prova que ela perdeu a unção.

2. Não tem prazer em atender as pessoas. São aqueles que foram chamados para servir o povo, mas não têm prazer de o ouvir, porque se sentem incapazes de dar o conselho que o povo precisa.

3. Não tem visão de ser usado grandiosamente. Todo o ungido tem o desejo de ser “usado grandiosamente”, o que não significa título ou posição, mas sim, dispor-se para servir conforme a necessidade que a Obra de Deus exige. Se perder a unção perde a visão, como foi o caso de Sansão, pois, apesar de ser forte fisicamente foi limitado por ter perdido a visão quando perdeu a unção, por se ter rendido às emoções.

4. Não tem revolta contra o diabo e os seus feitos. Estas pessoas mostram-se indiferentes e insensíveis ao sofrimento alheio e é quando o diabo deixa de ser inimigo. Para elas, é como se o diabo se tivesse convertido ou as portas do inferno estivessem fechadas.

5. Tem medo de desafios. Para elas, o simples torna-se difícil, sempre dá desculpas pois não vê os desafios como oportunidades. Ela não se sente segura na batalha; mudança de Igreja, mais responsabilidades, novo idioma, distante da família e tem medo de sair da zona confortável.

6. Não se submete às autoridades. Sejam estas autoridades eclesiásticas ou não eclesiásticas. Se uma ordem é dada e caso não comprometa a minha fé em Cristo, devo obedecer.

7. O orgulho. Deus é humilde. A essência de Deus é a Humildade e todos os Seus servos são humildes. O orgulhoso só quer ensinar, mas o humilde quer praticar.

8. Passa a ter projectos pessoais. A pessoa fica preocupada com o seu futuro e da sua família. Ela quer sentir-se segura tendo bens, como uma casa, por exemplo. Nós passamos por lutas porque Deus tem que estar em evidência. Nós não temos nada mas, ao mesmo tempo, temos tudo; tudo o que é nosso é de Deus e o que é de Deus é nosso.

9. Considera-se insubstituível. Ninguém é insubstituível, por mais que tenha habilidades, capacidades, condições, méritos, sempre existe alguém para substituí-la. Moisés foi substituído por Josué, Eli por Elias, Elias por Eliseu. Somente a unção é insubstituível.

10. Acha que merece ser reconhecido. Nunca está satisfeito e sempre fica à espera de méritos. Aqueles que esperam méritos dos homens não terão a recompensa de Deus. A unção não se impõe, mas revela-se.

 Bp. Julio Freitas

ABCdário da Mulher que serve ao Senhor (corrigido)

Amar ao SENHOR como a pecadora que ungiu os pés de Jesus (Lc 7.37-47).

Bendizer ao Senhor por seus benefícios, como Débora depois da vitória (Jz 5.1,3).

Confessar a Cristo como Salvador, ainda que em meio à indiferença como Dâmaris (At 17.34).

Dar ao SENHOR de nossos bens para a obra do Senhor, como Suzana (Lc 8.3).

Ensinar a Palavra de Deus aos meninos, como Lóide e Eunice (2 Tm 1.5).

Fiar-se nas promessas do SENHOR, como Joquebede, mãe de Moisés (Êx 2.3,10).

Glorificar ao SENHOR em seu corpo, em seu espírito, como Maria, a Mãe de Jesus (Lc 1.46-56).

Hospedar os servos do SENHOR em nossa casa, como a Sunamita (2 Rs 4.8-10).

Invocar o Nome do SENHOR em toda circunstância, como Ana, mãe de Samuel (1 Sm 1.9).

Juntar-se com o povo do SENHOR para adorá-lo, como Lídia, a vendedora de púrpura (At 16.13-15).

Louvar ao SENHOR por Sua Salvação, como Miriam, irmã de Moisés (Êx 15.21).

Mostrar aos outros o amor do SENHOR, como a diaconisa Febe (Rm 16.1,2).

Negar a si mesma e deixar tudo para servir ao SENHOR, como Rute (Rt 1.16,17).

Oferecer nossa casa para culto de adoração ao SENHOR, como Áfia, esposa de Filemon (Fil 1.2).

Pregar o Evangelho em todas as oportunidades que se apresentem, como Trifena e Trifosa (Rm 16.12).

Querer antes de tudo agradar ao SENHOR, expondo a vida, como Priscila (Rm 16.3,4).

Receber os favores do SENHOR com gratidão e nas adversidades confiando, como Noemi (Rt 1 e 2).

Servindo aos santos com amor, assim como ordenou o SENHOR (Ef 4.15,16).

Trabalhar com fervor para a obra do SENHOR, como Pérsida (Rm 16.12).

Usar de todos os dons e atitudes que o SENHOR nos tem dado para glorificar Seu Nome e fazer o bem aos nossos semelhantes, como Dorcas (At 9.36).

Ver em Cristo a única esperança da salvação, e ouvi-lo, como Maria, irmã de Lázaro (Lc 10.39) e Maria sua mãe (João 2.3-5).

Xale de oração é chamado também de Talit, em geral feito de linho, lã ou seda, com franjas do mesmo material. A mulher virtuosa descrita em Provérbios 31.10-31 conhecia e utilizava este material em seu lar. O uso desta peça requeria de cada israelita consagração pessoal ao SENHOR e cumprimento dos mandamentos. Que hoje cada mulher segundo o coração do SENHOR, possa guardar Sua Palavra no coração e consagrar sua vida ao serviço do SENHOR.

Zelar pela paz, como Abigail, a prudente (1 Sm 25.18).

Recebi por e-mail – Desconheço o autor
© BLOG MULHERES DE ORAÇÃO- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por